diabetes

Retinopatia Diabética Tem Cura?

A diabetes é, por definição, uma doença que traduz-se no aumento da taxa de glicose (açúcar) no sangue. Ela pode ser contraída durante a vida devido a má alimentação e do peso excessivo ou ainda pode ser hereditária. Nos dois casos a diabete é uma condição que necessita de cuidados devido as complicações que podem resultar e uma delas é a retinopatia diabética.

O que é Retinopatia Diabética?

retinopatia diabética tem curaA retinopatia diabética é um problema de saúde causado pela diabetes descompensada e consiste em um problema na retina, que é encarregada de processar as imagens e enviá-las diretamente ao cérebro. Essa é uma doença silenciosa que danifica os vasos sanguíneos da retina permitindo o sangue e fluídos, criando edemas.

A doença pode causar cegueira e não tem relação com à idade: todo portador de diabetes descompensada pode vir a desenvolver a retinopatia, já que a origem é o excesso de açúcar no sangue. No entanto, quanto maior o período em que a pessoa é diabética, maior a chance dela desenvolver problemas nos olhos e em consequência afetar a visão.

Normalmente, não existem sintomas. Contudo, caso a visão esteja embaçada ou existam manchas ou pontos de sangue “flutuando” é necessário procurar um médico urgentemente.

 

Classificação

A retinopatia diabética pode ter dois tipos: exsudativa (não proliferativa), ocorre quando gorduras afetam uma região chamada mácula e que é importante na leitura; e proliferativa, ocorre quando há progressão dos vasos da retina e aparecimento de novos vasos, chamados de neovasos. Estes neovasos são mais frágeis e suscetíveis de sangramentos que acabam com a retina e podem causar descolamento da retina.

Tratamento

A prevenção da retinopatia diabética começa no controle da diabetes, que é feito, normalmente, através de alimentação adequada, exercício físico regulares e o uso de medicamentos prescritos pelo médico responsável, caso seja necessário. Para conter a retinopatia é também aconselhado manter sob controle a pressão arterial e o colesterol.

Existe um recurso conhecido como fotocoagulação por raio laser, onde regiões pequenas da retina são cauterizadas com o objetivo de impedir hemorragias. No entanto, este tratamento é somente aconselhado no início da doença e deve haver acompanhamento oftalmológico. De maneira geral, o início da doença não precisa de tratamento, sendo que este só se inicia quando ocorre edema na mácula (macular).

retinopatia diabética proliferativa

Outro método de tratamento para a retinopatia diabética é a vitrectmia, uma cirurgia realizada em caso de descolamento da retina. Depois do procedimento, há uma melhora na retina e também no humor vítreo, substância que está localizada entre o cristalino e a retina. É também possível utilizar os anti-angiogênicos, drogas que bloqueiam os causadores dos edemas.

Mulheres grávidas e portadoras de diabetes gestacional também necessitam de cuidados, uma vez que a doença pode progredir de maneira mais rápida durante a gravidez. Assim, o ideal é que sejam realizado exame de fundo de olho a cada trimestre da gravidez.

Mesmo que, em diversos casos, a perda da visão é total e ocorre de forma repentina, na maioria dos casos é possível evitar a perda da visão. Portanto, é necessário fazer um acompanhamento regular com o oftalmologista. Caso seja necessário trocar os óculos, essa só deve ocorrer quando os níveis de glicose no sangue estiver estável.

Retinopatia Diabética Tem Cura?

Conforme a medicina tradicional e especialistas na área, a retinopatia ainda não tem cura, porém há maneiras de evitá-la e não permitir a progressão. Manter a diabetes controlada e a glicemia em níveis estáveis reduzem a chance de retinopatia diabética, ou evitam sua progressão.

Diabetes Nunca Mais!

Receba gratuitamente no Facebook o mini-curso que livrará você da diabetes.

ARTIGOS RELACIONADOS

Causas e Sintomas de Diabetes Gestacional – Como Tratar e Controlar
É comum a diabetes gestacional se desenvolver próximo ao 3º
Causas e Sintomas da Diabetes Emocional
A medicina já reconheceu o fator emocional como gatilho da
Tratamento e Sintomas do Diabetes Mellitus
A diabetes mellitus é uma doença causada pelo excesso de glicose no

Pin It on Pinterest

Share This